Bem-vindo! Hoje é segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Projeto de autoavaliação

O projeto de Autoavaliação foi construído com base no PDI, com vigência de cinco anos, contempla um ciclo completo e outro parcial (2018/2020 e 2021/2022). O projeto pode e deve ser alterado toda a vez que a IES necessitar de um olhar especifico não contemplado.

O Projeto de Autoavaliação da URCAMP fundamenta-se nos princípios e nas metas constantes no Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI, e está pautado nas 10 dimensões, elencadas na Lei nº10.861, Art. 3º: A avaliação das instituições de educação superior tem por objetivo identificar o seu perfil e o significado de sua atuação, por meio de suas atividades, cursos, programas, projetos e setores, considerando as diferentes dimensões institucionais, dentre elas obrigatoriamente as seguintes:

I - a missão e o plano de desenvolvimento institucional;

II - a política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas formas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de pesquisa, de monitoria e demais modalidades;

III - a responsabilidade social da instituição, considerada especialmente no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural;

IV - a comunicação com a sociedade;

V - as políticas de pessoal, as carreiras do corpo docente e do corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho;

VI - organização e gestão da instituição, especialmente o funcionamento e representatividade dos colegiados, sua independência e autonomia na relação com a mantenedora, e a participação dos segmentos da comunidade universitária nos processos decisórios;

VII - infraestrutura física, especialmente a de ensino e de pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação;

VIII - planejamento e avaliação, especialmente os processos, resultados e eficácia da autoavaliação institucional;

IX - políticas de atendimento aos estudantes;

X - sustentabilidade financeira, tendo em vista o significado social da continuidade dos compromissos na oferta da educação superior.

O Projeto de Autoavaliação Institucional contempla o planejamento do processo de autoavaliação com a contribuição da comunidade acadêmica, considerando as características da Instituição, os resultados das avaliações anteriores, a adequação e a reformulação dos instrumentos de coleta de dados e a sua relação com o instrumento de avaliação externa. O planejamento da autoavaliação é norteado pela legislação vigente e adequado sempre que necessário.

O processo de trabalho para o desenvolvimento da autoavaliação se faz por meio de sensibilização junto à gestão superior, aos coordenadores de curso e aos colaboradores para ampliar a cultura da avaliação como instrumento de melhoria. Ao considerar as diferentes formas de avaliação externa (ENADE e in loco), a partir da metodologia adotada pela CPA, é possível articular o processo avaliativo.

Após as avaliações externas realizadas pelo MEC/INEP resultam relatórios de curso e documentos emitidos pelos avaliadores. O resultado da avaliação fomenta a Gestão a se reposicionar perante as metas estabelecidas no PDI. Nesse contexto, cabe à CPA acompanhar e avaliar esse processo.

Anexos

projeto de autoavaliaÇÃo institucional.pdf